“Jeremiah Johnson” sob o olhar de Luiz Bernardo Pericás

Reprodução
Reprodução

Ótimo texto de Luiz Bernardo Pericás, historiador pela George Washington University, doutor em História Econômica pela USP e pós-doutor em Ciência Política pela FLACSO (México), para o blog da Boitempo.

O texto aborda o filme “Jeremiah Johnson”, e pode ser acessado neste link: http://blogdaboitempo.com.br/2015/06/17/jerremiah-johnson/

Reproduzo apenas uma das imagens do texto da Boitempo. E recomendo um bocado a leitura.

O filme é extraordinário. E a análise de Pericás muito precisa.

Creio, no entanto, que ele deixou de lado uma faceta do norte-americano, retratada em centenas de livros, filmes, documentários: a questão da solidão e sua ligação umbilical com a religiosidade chegada aos EUA via o protestantismo, que por sua vez tem igualmente uma ligação umbilical com o cristianismo primitivo e com a vida de Cristo, especialmente no que toca à sua reclusão no deserto por 40 dias.

Mas o texto é realmente importante, e quem puder assistir ao excepcional filme e ler os livros citados no texto deve fazê-lo.

Tudo isso explica um bocado o norte-americano atual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s