Dilma tenta consertar as burradas de Lula e ainda tem de enfrentar delatores e parte da imprensa raivosa

Bras’lia - DF, 19/03/2011. Cerim™nia oficial de chegada do senhor Barack Obama, presidente dos Estados Unidos da AmŽrica no Pal‡cio do Planalto. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.
Bras’lia – DF, 19/03/2011. Cerim™nia oficial de chegada do senhor Barack Obama, presidente dos Estados Unidos da AmŽrica no Pal‡cio do Planalto. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

O que mais se comenta hoje na imprensa e nas redes sociais é a fala de Dilma sobre o delator da UTC.

Muito provável que seja uma tática inteligente da presidente para desviar a atenção sobre aquilo que foi realmente fazer nos Estados Unidos.

Não são poucas as pessoas que viram na fala presidencial uma disposição de se acabar no Brasil com a delação premiada.

Besteira porque ela não disse isso.

E besteira maior ainda pois, goste ou não, a presidente não tem a prerrogativa para acabar, de uma hora para outra, com a DP, prevista como está no Código de Processo Penal brasileiro.

Mas mesmo assim, se quisesse, faria um novo decreto lei ou enviaria ao Congresso num novo projeto de lei.

Em ambos os casos a sua derrota seria certa e líquida.

“Estou de volta pro meu aconchego”

O que Dilma Rousseff foi fazer nos EUA repete a sua viagem recente à Europa, os seus acordos com a China, a viagem ao México e, daqui a pouco, ao Chile.

Dilma Rousseff tenta reposicionar o Brasil no contexto do capitalismo pós-neoliberal que Luiz Inácio Lula da Silva, na sua insânia populista, fez a “gentileza”, a todos nós brasileiros, de se afastar.

Uma burrada histórica!

No primeiro mandato, a presidente não conseguiu fazer o que busca fazer agora, pois a ela sobrou uma carga imensamente pesada do governo populista de Lula.

Como todo mundo há de se lembrar, no primeiro ano Dilma perdeu seu tempo se livrando dos “ministros” herdados de Lula, e mais à frente com a maluquice insana da Copa do Mundo.

A ideia dilmista, como bem se vê, era (e é) reposicionar o país no contexto do capitalismo mundial neste seu segundo mandato; mas mandato complicado que nasceu sob as luzes da Operação Lava Jato e seus delatores.

De mais, ainda ganhou em seus calcanhares buldogues petistas capitaneados pelo capitão-mor Luiz Inácio Lula da Silva.

Dilma é uma heroína

Um dia a sociedade vai lhe reconhecer.

Gostemos ou não desse seu realinhamento às forças capitalistas.

Anúncios

Um comentário sobre “Dilma tenta consertar as burradas de Lula e ainda tem de enfrentar delatores e parte da imprensa raivosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s