“O que está em crise não é a democracia, são os partidos”

[Aos 36 anos, Moisés Naím foi nomeado ministro na Venezuela. Estava em uma posição de poder e sabia disso, mas não conseguia dar andamento a projetos importantes. A princípio, atribuiu a dificuldade ao momento crítico da Venezuela — mas logo descobriu que a sensação de impotência era comum entre políticos poderosos.

Para escrever O fim do poder (Leya), Naím entrevistou dezenas deles, inclusive o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que na época afirmou ficar surpreso ao ver o poder que as pessoas lhe atribuíam: “Se soubessem o quanto é limitado o poder de um presidente…”

O livro foi o primeiro indicado do criador do Facebook, Mark Zuckerberg, no projeto A Year of Books (veja abaixo), que propõe uma nova leitura a cada duas semanas, e depois disso virou best-seller. Galileu conversou com o autor, que falou sobre a importância de recuperar os partidos e a situação do Brasil.]

Leia a entrevista na íntegra em http://revistagalileu.globo.com/Revista/noticia/2015/08/moises-naim-o-que-esta-em-crise-nao-e-democracia-sao-os-partidos.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s