“No Brasil nada se cria, tudo se copia”, diria Lavoisier

LulinhaA frase aspeada do título é uma adaptação da adaptação.

A original é de Antoine Laurent de Lavoisier: “na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.”

Lavoisier foi um químico francês, tido como o pai da química moderna (nascido e morto em Paris, 26 de agosto de 1743 e 8 de maio de 1794).

Definitivamente a França está na moda e voltou a ser o centro do mundo.

Para nós, vivente nestes “Tristes Trópicos”, a redescoberta francesa se deu pelo ressuscitamento de Simone de Beauvoir, tudo por conta de um exame público e da reação furibunda de gente raivosa, ignorante e mal informada.

A primeira adaptação da frase de Lavoisier se deu pela lavra de Abelardo Barbosa, o Chacrinha, para quem na “televisão brasileira nada se cria, tudo se copia”.

A segunda ouvi da boca de um cara que era meu chefe. Eu acabara de escrever um projeto, que tinha como moto recuperar a produção literária e jornalística do anarco-sindicalismo paulista do início do século 20.

Aprovado pelo chefia, o texto iria ser remetido à distinta diretoria da empresa (não havia ainda a internet e suas facilidades) dentro de um daqueles envelopes vai-e-vem.

O chefia desaconselhou: “entregue pessoalmente mesmo que seja para a secretária da presidência e mande protocolar. Neste país pouca gente pensa e produz alguma coisa. No Brasil nada se cria, tudo se copia”.

Wikipédia

A história de o garboso Luís Cláudio Lula da Silva ter copiado conteúdo da Wikipédia para justificar um projeto de assessoria/consultoria de minguados R$ 2,5 milhões é de uma estupidez profunda e de um descaramento desconcertante e inimaginável.

O filho de Lula está enredado até o último fio de cabelo na Operação Zelotes, e pelo que conta a Polícia Federal, Luís Cláudio produziu sua obra usando “meras reproduções de conteúdo disponível na rede mundial de computadores, em especial no site do Wikipédia”.

“Os estudos apresentados pareciam ser de rasa profundidade e complexidade, em total falta de sintonia com os milionários valores pagos”, diz o documento da PF.

Mas não se preocupem: este ainda não é o fundo do poço. Vem mais escavações por aí.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s