“Objeção de consciência, pacífica, porém corrosiva”

Aja
Jovens norte-americanos convocados para a guerra do Vietnã expressam sua recusa. Perseguidos, centenas tiveram de asilar-se no Canadá; mas seu movimento ajudou a colocar opinião pública contra o conflito. Reprodução/Outras Palavras.

[Diante de um mundo hierárquico e brutal, é preciso testar a opção da recusa — como os operários que cruzam os braços, ou os jovens que rechaçam as guerras.]

…………………………………………………………………………………………………………………………………

[O que nos impede de dar um passo a mais para tornar eficaz nossa indignação, usando o poder que temos de recusar, resistir, desobedecer, em nossas próprias atividades? Por uma exigência de consciência, divulgando ao máximo o motivo de nossa atitude… No jornalismo, no direito, na medicina, na publicidade e na comunicação, na polícia e na segurança, no uso de nossas poupanças, na administração pública, no partido e na atividade política, etc. etc. e mesmo frente à lei que nos é imposta por representantes que foram eleitos mas “não nos representam”, como disseram os “indignados” espanhóis.

Por objeção de consciência, as pessoas podem se negar a colocar sua inteligência e seus conhecimentos a serviço de atividades condenáveis, do ponto de vista do respeito à vida dos seres humanos e à própria natureza. Um estudo publicado nos Estados Unidos em 2010 – “Os mercadores da dúvida” [6] – mostra que o inaceitável acontece: há cientistas pagos para semear dúvidas e com isso garantir a continuidade de bons negócios, como sobre o caráter cancerígeno do tabaco e até há pouco sobre a responsabilidade das atividades humanas no aquecimento global…

Poderíamos enfrentar até o consumismo exacerbado que exige que a máquina de produção mundial funcione a todo vapor, e leva a um enorme desperdício de recursos. Muita gente deixaria de comprar coisas supérfluas, por objeção de consciência, quando tomasse consciência de ter sido transformada em cúmplice do mecanismo de busca insaciável de lucro da economia de mercado.]

Leia o texto completo em Outras Palavras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s