Pré-sal, Serra, Dilma e a montanha de bobagem que se diz a respeito

Preh
Crédito da ilustração: revistaescola.abril.com.br

No final de 2014 escrevi por aqui da simpatia externada por Dilma com relação ao projeto de José Serra (PSDB) sobre a exploração do petróleo em terras brasileiras.

Falei inclusive que ambos tiveram um encontro a respeito (pode ter sido mais de um, não tenho certeza).

Não, não vou procurar os textos e colocar os seus links por aqui, porque a maioria das pessoas não lê mesmo, portanto não vou me dar a um esforço inútil.

Essa gente apenas quer ouvir e ler aquilo que eles já acham que sabem ou aquilo sobre o que acreditam.

Pobres diabos!

Dilma tinha, como tem, reparos ao texto de Serra, mas no geral ela concorda com a proposta do tucano.

A presidente entende do assunto, sabe do que está se falando, e mais:

– sabe que a Petrobras não tem capacidade técnica para explorar petróleo em águas profundas.

A crise econômica mundial (e a do Brasil também) aprofundou o problema, posto que a Petrobras depende da compra de tecnologia do exterior para tocar o(s) seu(s) negócio(s) e de dinheiro internacional para investir em pesquisa e tecnologia.

Por ora todas as portas estão fechadas para a estatal brasileira.

Insanidades

A montanha de insanidades que está se dizendo hoje nas redes sociais (ligadas ao PT), na tal da blogosfera independente (sic) – também ligada ao PT – e por políticos ligados ao ex-presidente Luiz Inácio é uma enormidade.

Vão coisas desde Dilma ter traído o PT, até nacionalismo, reservas estratégicas, soberania nacional e outras tontices de gênero.

Às vezes me pego imaginando de onde saiu essa gente que ainda fala em nacionalismo.

Teriam sido eles abduzidos na Idade Média de alguma monarquia absolutista e trazidos pelo túnel do tempo para esta Grande Terra de Tupã?

Pode ser uma boa explicação.

Tosquices

Dilma Rousseff não é tosca como essa gente toda.

A presidente sabe que o grande esforço a se fazer é sanear as finanças do estado, cortar as asas de corruptores e corrompidos e trazer o país para o século 21.

Não por acaso seu prestígio junto à população continua subindo (devagarinho, mas subindo) como mostrou a pesquisa CNT/MDA de hoje, e, igualmente, como mostram todos os veículos de comunicação, hoje também: Governo federal tem primeiro superávit em nove meses.

Lé com cré

Gente com pouca capacidade para usar o cérebro não consegue guardar informação e nem fazer a ligação de atos e falas, uns com os outros, e portanto não consegue entender o que Dilma Rousseff disse ainda no início de sua primeira gestão com “não vai ficar pedra sobre pedra” e “doa a quem doer”.

Há pouco o que fazer nesses casos, a menos que essa gente busque um dia, quem sabe, um bom neurologista (ou um psiquiatra).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s