“Classes médias na América Latina. Mitos e realidades”

Classe média

[As “classes a meia” que emergiram na América Latina são vulneráveis e reivindicativas de uma cultura popular e étnica própria, são democratas e protestam para comunicar demandas.

O artigo é de Cecilia Güemes e publicada por Open Democracy, 19-04-2016. A tradução é de André Langer.

Há quatro meias verdades que se difundiram amplamente nos últimos anos na academia, na imprensa e nas conversas do dia a dia em relação às classes médias na América Latina:

1) As classes médias aumentaram de maneira espetacular na última década;

2) Existem notáveis diferenças entre as classes médias tradicionais e as novas classes médias ou classes médias emergentes;

3) A insatisfação com os serviços públicos e as demandas sociais das classes médias colocam em perigo o apoio à democracia;

4) As classes médias foram atores centrais dos protestos cidadãos.

Mas é necessário matizar e fazer uma reflexão sobre estas meias verdades.]

In  IHU – Unisinos e Adital

Veja matéria completa aqui: http://site.adital.com.br/site/noticia.php?boletim=1&lang=PT&cod=88752

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s