A queda de Dilma, os tempos sombrios e a profecia dos compositores nacionais

As sombras
Crédito da imagem: the-darkness-soul.blogspot.com

Sabe aquela sensação claustrofóbica de puro pânico narrada pelo Chico Buarque de Holanda em Acorda Amor?

Pois então, ela já se iniciou (veja abaixo a letra na íntegra ou clique no link acima para ouvi-la.)

Apavore-se! Você não está só nessa. Há tempos idos, João Sérgio compôs  O Amanhã, perguntando: “O que será do amanhã”.

É de se perguntar mesmo neste advento do (possível) governo Michel Temer (veja, também, abaixo a letra na íntegra ou clique no link acima para ouvi-la).

Você, como bom observador da vida e das pessoas que é, já deve ter notado que, muito preocupados, costumamos a coçar a cabeça; mais preocupados ainda, já em pânico, a esfregar freneticamente os ouvidos.

Você já notou também, óbvio, que boa parte daqueles que querem impeachment começa a ficar “muito preocupado”, em vias de entrar em pânico, com o (novo) governo que vem por aí.

A fase do coçar a cabeça iniciou-se com o óbvio ululante, como diria Nelson Rodrigues,: “acho que estamos a fazer uma grande cagada”.

A fase esfregar freneticamente os ouvidos começa com uma certeza absoluta, esta da lavra deste sempre cordato, ameno e mui educado blogueiro: “Porra, caralho, puta que o pariu. Que merda que vai acontecer com a bosta do meu país a partir de 12 maio?”.

Dos discursos

Eu sempre sugeri a amigos e parentes que prestassem atenção às letras das músicas.

Óbvio que não estou falando das letras do Wesley Safadão e dos sertanejos universitários.

Estou falando de gente da MPB, como Chico e João Sérgio, e até mesmo, por exemplo, do rock internacional, mesmo que você não entenda porra nenhuma (continuo mui educado), pois você não sabe merda alguma de inglês (idem para minha educação).

Mas não se avexe não. Há sempre um tradutor disponível na web para você se safar ou um amigo ou parente (discretos) para lhe salvar de sua ignorância.

Mãos à obra!

Mas se ligue: não só de boas letras vive o mundo.

Você pode encontrar coisas que quebrem a carapaça de sua consciência e invadam o seu bunker de certezas absolutas em textos jornalísticos, como, por exemplo, em Prazo de validade, de André Singer, ou em O PT e a causa de todas as desgraças, do Leonardo Sakamoto.

Da depressão

Mas não se apequene muito não, se achando, a partir de agora, um reles ignorante.

Música é música, texto jornalístico é texto jornalístico.

Depende de sua capacidade para entendê-los, de perceber o que os autores estão dizendo, até para não ficar pagando de bobo por aí, com aquela cara de bundão traído e a velha frase esculpida na testa: “eu acreditei”.

Das letras

“Acorda Amor”

Acorda, amor / Eu tive um pesadelo agora / Sonhei que tinha gente lá fora / Batendo no portão, que aflição / Era a dura, numa muito escura viatura / Minha nossa santa criatura / Chame, chame, chame lá / Chame, chame o ladrão, chame o ladrão / Acorda, amor…

Link: https://www.letras.mus.br/chico-buarque/45103/

O Amanhã

A cigana leu o meu destino / Eu sonhei! / Bola de cristal / Jogo de búzios, cartomante / E eu sempre perguntei / O que será o amanhã? / Como vai ser o meu destino? / Já desfolhei o mal-me-quer / Primeiro amor de um menino… / E vai chegando o amanhecer / Leio a mensagem zodiacal / E o realejo diz / Que eu serei feliz / Sempre feliz… / Como será amanhã? / Responda quem puder / O que irá me acontecer? / O meu destino será / Como Deus quiser / Como será?… / Como será amanhã? / Responda quem puder / O que irá me acontecer? / O meu destino será / Como Deus quiser / Mas a cigana!… / A cigana leu o meu destino / Eu sonhei! / Bola de cristal / Jogo de búzios, cartomante / Eu sempre perguntei / O que será? / (O que será?) / O amanhã? / Como vai ser? / O meu destino? / Já desfolhei / O mal-me-quer / Primeiro amor/ De um menino… / E vai chegando o amanhecer / Leio a mensagem zodiacal / E o realejo diz / Que eu serei feliz / Sempre feliz… / Como será amanhã? / Responda quem puder / O que irá me acontecer? / O meu destino será / Como Deus quiser / Como será?… / Como será amanhã? / Responda quem puder / O que irá me acontecer? / O meu destino será / Como Deus quiser / Como será?…/ Como será amanhã? / Responda quem puder / O que irá me acontecer? / O meu destino será / Como Deus quiser / Como será?…

Link: http://www.vagalume.com.br/simone/o-amanha.html#ixzz47Na8dmih

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s