“Fazer” jornalismo assim é um troço vergonhoso

lula
“Quem brinca com fogo faz xixi na cama” – http://www.valedosolfm.com.br

Não sou adepto da teoria segundo a qual há uma conspiração da elite (sic) brasileira, via mídia (meios de comunicação, no vulgo petista, PIG – Partido da Imprensa Golpista), para exterminar o Partido dos Trabalhadores (PT) e botar na cadeia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Mas não dá para não notar que alguns jornalistas (infelizmente são jornalistas mesmo) se esforçam um bocado para demonizar o partido e Lula e aterrorizar a militância, ou, pelo menos, aquilo que ainda resta dela.

Caso clássico é o jornalista Josias de Souza, da Folha de São Paulo, hoje travestido de blogueiro. Seu novo petardo foi disparado hoje contra ex-presidente: Decisão do Supremo aproxima Lula da cadeia.

Não por acaso, seu textículo de hoje recebeu até este momento (por volta do meio dia de hoje) 195 comentários, a maioria deles a favor do festival de bobagem que desfia durante as tantas quantas linhas.

Não custa lembrar, antes de continuar, parte da biografia do blogueiro: em fins do segundo governo de Fernando Henrique Cardoso, de Souza viajou às expensas do Estado e em carro da Embrapa para visitar acampamentos do MST e descortinar para o mundo que o considerado (no exterior) maior movimento social do planeta estava doutrinando os pobres dos sem-terrinhas na ideologia (sic) marxista.

Que pecado!

Das bobagens

A propósito de falar da decisão de ontem do STF de manter válida a prisão de gente julgada em primeira e segunda instância, de Souza mostra mais uma vez a que servem as suas tecladas: encostar Luiz Inácio Lula da Silva nas grades do prisão de Curitiba:

Ao manter a porta da cadeia aberta para os réus condenados na primeira e na segunda instância do Judiciário, o Supremo Tribunal Federal estreitou o horizonte de ex-poderosos como Lula.”

Para o seu público, de Souza deve ser um gênio da lógica ou, no mínimo, um sujeito conveniente – um serviçal de qualidade.

Mas os dois últimos parágrafos do textículo souziano são um primor de falta de senso e de estupidez. Vejamos:

Os doutores que fazem a defesa dos fugurões (sic) encrencados em Curitiba reclamam que a prisão na segunda instância viola o princípio constitucional segundo o qual ninguém pode ser punido antes do trânsito em julgado da condenação. Conversa mole. Há nas cadeias do Brasil 360 mil vagas. Nelas, espremem-se cerca de 700 mil presos. Desse total, 40% são presos provisórios. Não foram julgados nem na primeira instância.

Levantamento do Conselho Nacional de Justiça identificou no Espírito Santo um preso que aguarda há 10 anos por um julgamento. No Ceará, identificou-se um sem-sentença mantido atrás das grades há 14 anos. Num país que convive com tal realidade, deve-se celebrar a perspectiva do fim da República em que, acima de um certo nível de poder e renda, nenhuma mutreta justificava a incivilidade de uma reprimenda pública.

Ora, ora quer dizer então que se existem no Brasil 40% dos 700 mil (sic) acusados na cadeia esperando julgamento; no Espírito Santo um sujeito amarga cadeia sem condenação há 10 anos e no Ceará outro há catorze, é correto, justo e democrático que esse tipo de prática canhestra seja extensiva a todos os acusados?

Não deveria ser o contrário? Que a justiça acabasse, de uma vez por todas, com as prisões antes da sentença ter sido julgada transitado?

Ou a prática vale até o Moro botar o Lula na cadeia curitibana e depois a gente revoga a prática esdrúxula e antidemocrática?

Dos lulismos

Que Luiz Inácio Lula da Silva não é exatamente um santinho disso todos nós sabemos – menos, é claro, os fanáticos lulo-petistas.

Mas, afinal, quais são exatamente as acusações que pairam como guilhotina afiada sobre a cabeça do ex-presidente?

Ser dono de um tríplex no Guarujá que nem era seu, mas de sua digníssima esposa, e hoje nem dela é mais?

Ser dono de um sítio em Atibaia que está em nome de terceiros, mas que realmente parece ser seu?

Bem… em ambos os casos não há a configuração de crime.

Mas vamos lá que Lula da Silva tenha usado de recursos escusos para adquirir os imóveis e os tenha colocado em nome de outros.

Pois então que se prove! E não se especule!

E essa última, agora da PF, segundo a qual o ex-presidente fez lobby para garantir um contrato milionário em Angola para a empresa de um ex-sobrinho?

Desde quando fazer lobby é crime? Desde quando viajar em jatinhos de companhias com interesses em Angola ou nos cafundós do mundo se configura como crime?

Dos conflitos

Quer saber? Se o Moro ou a PF meterem o Lula da Silva na cadeia por conta desse bobajal todo eles vão é arrumar uma puta de uma confusão que promete se alastrar pelas ruas em conflitos e quebra-quebra.

E quer saber mais? Se conseguirem condenar o Lula por alguma dessas idiotices é coisa pra uma peninha irrelevante que pode ser comutada em prestação de serviços sociais.

Num país nervoso e cheio de malucos soltos pelas ruas, pelas redes sociais e pelas mídias não acho que isso venha a ser um bom negócio a ser feito.

Mas parece que tem gente que quer pagar para ver.

Então que paguem. E depois aguentem as consequências.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s