O Brasil ensandeceu de vez e os culpados são o fanatismo político e as redes sociais

factrinhas
Reprodução da postagem-desmentido em Diário do Centro do Mundo

O ator Wagner Moura desmentiu hoje que tenha se recusado a interpretar o juiz federal Sérgio Moro em uma futura minissérie ou filme da NetFlix.

Ele disse mais: que qualquer coisa que se diga a esse respeito É MENTIRA!

Isso deveria ser um balde de água fria na enorme onda de factoides à qual o Brasil está submetido.

Mas não será!

Os factoides vão continuar. O brasileiro – especialmente aquele que se considera “politizado” (seja lá o que isso queira dizer) – vai continuar com a prática, até que a justiça e as vítimas tomem uma providência a respeito, processem e metam muita gente na cadeia.

O desmentido de Moura foi desmoralizante. Mas as pessoas irão persistir no crime.

A notícia surgiu não se sabe de onde.

O que Moura havia informado é que não participaria mais da continuação da série Narcos, da mesma NetFlix.

É bastante provável que algum desses criminosos de reputação (nesse caso a vítima é sim Sérgio Moro) tenha juntado parte da informação correta – “não participo mais” – e a ela tenha acrescentado o nome do juiz paranaense, com o claro intuito de disseminar uma mentira e tumultuar ainda mais as discussões que cercam a Operação Lava Jato.

Na última sexta-feira, um blogueiro inventou uma história segundo a qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seria preso na segunda-feira, dia 17. Me reportei ao fato tanto nas redes sociais quanto no artigo deste blog O articulista é suspeito, mas a análise sobre o PT é boa e correta.

O factoide causou um certo tumulto, mas não passou disso, como era de se esperar nesses casos, mas que não lhe tira o caráter de crime.

Dos outros

Não me digam que nunca me referi aos factoides criados contra o petismo e os movimentos sociais, pois foi a coisa que mais fiz nestes mais de 7 anos de afalaire.

Neste momento, reporto-me aos factoides criados pelos petistas e por esquerdistas em geral, pois são casos presentes, e bastante surpreendentes (dada a história do PT), quando se usa das mesmas estratégias usadas anteriormente pelos adversários e inimigos políticos.

Está claro que se trata de um ato de desespero frente à demolição moral do partido, da iminente prisão de muitos de seus quadros e do fiasco político na eleição municipal.

Por exemplo, um dos factoides mais caros às esquerdas é a de que o governo de Temer iria acabar com as verbas da educação e com o Fies.

Ontem esse factoide (na verdade, um conjunto de factoides) foi para o ralo como anotei mais cedo nas redes sociais:

TSUNAMI
A aprovação de R$ 1,1 bi para o MEC e de R$ 702,5 milhões para Fies destroçou um dos mais caros argumentos da militância petista contra o efetivado.

Das pesquisas

Quem me conhece sabe que gosto e confio (com as ressalvas de praxe) nas pesquisas eleitorais, até porque já fui consultor de uma das empresas de pesquisa durante uma década.

Desde ontem circula nas redes sociais e em alguns blogs de esquerda a informação de que pesquisa da Vox Populi indica que na corrida presidencial o ex-presidente Lula chegou as 34%.

Respeito muito a Vox Populi e fui ao seu site confirmar a informação.

Não consegui acessá-lo nem ontem e nem hoje. Como esta é uma informação que não aparece nas principais mídias do país e na maioria dos blog e sites ditos de esquerda mantenho a minha dúvida a respeito de sua veracidade.

Se a Vox Populi realmente vier a público confirmar a informação me retrato tanto aqui quanto nas redes sociais como aliás sempre faço em casos de erros e de equívocos meus.

Dos adendos

A minha desconfiança inicial com relação à pesquisa (e que persiste, como disse acima) se prende aos números conseguidos por Lula.

Há menos de três meses Lula tinha números (percentuais) bem reduzidos, e todas as pesquisas indicavam que em caso de segundo turno ele perderia a eleição para Aécio Neves ou Marina Silva.

Não é factível acreditar que num espaço tão curto de tempo ele ou qualquer outra pessoa tenha revertido a situação de forma tão radical como apontam os supostos números da Vox Populi.

Um comentário sobre “O Brasil ensandeceu de vez e os culpados são o fanatismo político e as redes sociais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s