2016 foi ruim? PT, Lula, Dilma e Temer devem esperar um 2017 pior ainda

guilhotina
Vai pra guilhotina ou não vai / Reprodução – morte na guilhotina

O mantra do perseguismo usado pelas esquerdas está cada vez mais rouco, mais baixo e mais preso num gueto que definha dia após dia.

Há se tomar apenas o discurso esquerdo-petista como correto e verdadeiro é até capaz de se acreditar na arenga, embora 5/6 da população brasileira não esteja nem aí para o mimimi.

Há, também, se tomar como baliza o que disse sexta-feira o relator no TSE no processo Dilma/Temer, o ministro Herman Benjamin, o vice empossado vai para a guilhotina, e Dilma perde o mimo que ganhou do Senado ao não ter os seus direitos políticos suspensos por oito anos.

O futuro de Temer é um bocado incerto: ser for cassado terá acumulado duas suspensões de oito anos.

É de se ver, caso isso realmente aconteça, como a Justiça vai cuidar dessa anomalia.

O PT definhado, diminuído e estraçalhado tenta colar os pedaços e buscar forças para lançar velhos figurões do partido à Câmara Federal e ao Senado.

Definitivamente o PT não consegue entender, desde junho de 2013, o que está acontecendo no país que dirigiu por pouco mais de 13 anos.

Tivesse nos seus quadros uma pessoa, pelo menos, com um pouco de tino, teria ficado preocupado com a corrida da estudante secundarista paranaense Ana Júlia pelo interior do Congresso Nacional semana passada.

E corria de que ou de quem Ana Júlia? Do assédio de parlamentares petistas que teimavam em querer “tirar um selfie” com a jovem.

Essa sacação que o PT não teve (e parece nunca ter) já deveria ter ocorrido em fins de 2013 quando uma comissão capitaneada pelo Movimento Passe Livre (MPL) foi ao Palácio do Planalto dar uma prensa na então presidente Dilma Rousseff e limou os petistas do diálogo.

Parece que a lógica do petismo (hoje nas mãos de alguns fanáticos-ativistas das redes sociais) é “vivendo e não aprendendo nada”.

Das lulianas

Luiz Inácio Lula da Silva já fez “das tripas coração” para escapar da Operação Lava Jato, e dos ministérios público de Brasília e de São Paulo.

Embora nada de conclusivo tenha surgido até o momento contra o ex-presidente, o certo é que seu campo de manobra está cada vez mais estreito.

Embora negue de público, Lula da Silva já consultou sim pelos menos três países para um eventual exílio.

É um troço esdrúxulo esse, pois, vamos reconhecer sem pejo: não é muito o perfil de Lula fugir de lutas.

E há que se perguntar também a quem serviria um exílio luliano.

Ao próprio Lula ou aos seus inimigos, adversários e detratores que daí então o tratariam como um covarde, um fujão.

Bem… seja o que for, 2017 vai ser um ano tenso e divertido pra danar.

E o Temer que tire esse sorrisinho mofo da cara que a sua batata já está quase queimando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s