Queda de Temer vira necessidade mundial para agrado do tucanato

observatorio
Ilustração sobre esquizofrenia / Fonte: http://www.ayurveda-info.ru / Rep. Observatório da Imprensa.

Wall Street está preocupada com a crise brasileira. Acredita que se ela aprofundar-se ano que vem (2017 está logo aí, a menos de 30 dias) vai afetar a economia internacional como um todo, e a norte-americana, que amanhece sob nova direção.

O staff do novo gerente da economia dos EUA, Donald Trump, também está preocupado pelas mesmas razões.

O PIB brasileiro está entre os 10 maiores; não se sabe ainda como fechará 2016, quando deve registrar queda superior a 4%, mas mesmo assim deve ficar em 9º.

Não é uma economiazinha qualquer, a despeito dos equívocos e das irregularidades que o país vem praticando há anos, e que se agudizaram no segundo governo Lula e no primeiro de Dilma.

Um aprofundamento da crise brasileira pode anular a pequena recuperação que a economia capitalista mundial registrou nos dois últimos anos.

Ninguém parece estar gostando dessa história, o que quer dizer, na prática, a pressão internacional pela queda de Michel Temer vai se acelerar.

O estorvo

Neste momento Temer está chegando ao honorável posto de estorvo-mór da economia internacional.

Michel parece aquele moleque tímido e sonso que a professora escolheu para ser líder de classe e saiu em seguida para bater papo com as outras colegas.

O tal do mercado, que apoiou as manobras do impeachment, demorou um pouco, mas percebeu que Temer não serve para coisa alguma.

Empresários e tucanos (o único partido político que parece estar vivo neste momento da história brasileira) já articulam abertamente a queda de Temer e já começam a disseminar a ideia de uma antecipação eleitoral.

Não se espantem se essa eleição antecipada contemplar um mandato de 5 anos e poucos meses.

De fora

Quem não acrescenta um dedo de prosa nessa história toda é o Partido dos Trabalhadores que até março passado ocupava o Palácio do Planalto.

Preocupado com a sua própria dissolução e com o futuro de Luiz Inácio Lula da Silva, o PT está perdidão e não tem absolutamente nada a dizer, de objetivo e de concreto, sobre a profunda crise brasileira e como sair dela.

Mas que os petistas não se sintam sem plateia: a maioria dos brasileiros também entende que o PT não serve mais para coisa alguma, a não ser reclamar e fazer marolas inúteis junto a cortes internacionais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s