Dilma e Temer, juntos e misturados, e as derrotas de Lula

Dilomais e Temeraria
Crédito da foto: Roberto Stuckert Filho (presidência da república)

Tudo indica que nem Dilma Rousseff perderá os seus direitos políticos e nem Michel Temer vai perder o mandato interino-tampão na presidência da república.

Esse troço está no TSE e deve ser objeto de julgamento dentro em breve.

(quando a gente não sabe quando vai acontecer um fato a gente diz “dentro em breve”).

Tudo fica como está.

A Monica Bergamo, da Folha de São Paulo, disse hoje que o caldo poderá entornar pros lado do Temer e que ele poderia perder o mandato interino-tampão.

Du-vi-de-ó-do.

Não tem muita lógica nisso, e parece especulação de alguém que plantou a informação no jornal, e a usou, embora ela seja uma pessoa (até prova em contrário) correta e honesta.

Dificilmente o país iria suportar mais um trauma de cassação (impeachment) e o barco deve seguir a mesma toadinha, com todos juntos e misturados.

A jornalista diz que como a Dilma já dançou, agora seria a vez de Temer, que não conseguiria (como pretende) separar as candidaturas, o que faz bastante sentido; mas continuo achando que não vai rolar não, pelos motivos expostos acima.

Caso Mariza Letícia

Há um certo frisson nas redes sociais por conta de Sérgio Moro não inocentar a esposa de Luiz Inácio Lula da Silva no caso do Tríplex do Guarujá.

Obviamente que esse frisson todo partiu do próprio Lula (o vitimista) e foi espalhado pelos blogueiros petistas que sempre fazem o jogo sujo, enquanto o chefia-geral livra a própria cara.

Talvez alguém não deva ter apreendido o que venha a ser espontaneidade.

Parece aquele prefeito de interior que manda colocar faixa na rua com rasgados autoelogios.

A gente já poderia ter vencido essa etapa, mas ainda somos primitivo e estamos retrocedendo.

A ausência de lógica não deixa essa gente ver (os petistas) que inocentar Mariza Letícia, de um (possível e suposto) crime, seria inocentar os demais, entre eles o principal acusado, Luiz Inácio Lula da Silva.

Portanto, o Sergio Moro está corretíssimo em extinguir a acusação (afinal, Mariza Letícia já está morta), mas não inocentá-la do suposto crime, o que, como se disse acima, significaria inocentar todos os envolvidos.

Recorrência

Falando em Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-presidente está se especializando em perder demandas judiciais.

Já perdi a conta de quanto ele perdeu, mas creio que todos os perrengues até agora.

A mais recente derrota aconteceu ontem. A jornalista Joice Hasselman havia dito – há tempos – que Lula, juntamente com Dilma, roubou a esperança do povo.

Foi uma opinião até bem sacada e espirituosas, e não uma acusação de roubo propriamente dito, como Lula quis ver.

Não é de se estranhar, portando, que “o sapo” tenha perdido mais essa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s