“INSA e CNPq lançam obras sobre educação contextualizada e convivência com o semiárido brasileiro”

INSA inteiro
Reprodução

[Como resultado dos trabalhos realizados no âmbito das ações previstas no Edital MCTI-INSA/CNPq/CT-Hidro/Ação Transversal nº 35/2010, lançado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Instituto Nacional do Semiárido (INSA/MCTIC) selecionou nove artigos que tratam das relações sociais, econômicas, políticas, ambientais e culturais do Semiárido, para compor o livro Educação Contextualizada para a convivência com o Semiárido brasileiro: debates atuais e estudos de caso.

Uma primeira publicação foi produzida em 2015, lançando luz sobre as vivências dos autores de estabelecer um diálogo aberto com os leitores, e foi estruturada em três partes, abordando questões relacionadas à educação contextualizada. Agora, surgiu a proposta para criação de um segundo livro, dessa vez focando o papel social, tecnológico e político da temática convivência com o Semiárido. A obra Vivências e práticas para a coabitação no Semiárido: ensaios e reflexões foi finalizada em 2017 e traz discussões que abordam a convivência com a região semiárida, aprofundando as relações do ser humano com o espaço que habita.

O lançamento oficial das obras está previsto para acontecer no dia 19 de Julho de 2017, na sede do Insa, em Campina Grande (PB), e serão disponibilizadas no site do Instituto em formato eletrônico.

O Edital 35/10 foi lançado com o objetivo de refletir sobre o Semiárido brasileiro através de um olhar multifacetado sobre a região. O edital foi organizado em quatro linhas temáticas, que envolvem recuperação de áreas degradadas do Semiárido Brasileiro, exploração econômica das suas potencialidades, difusão de tecnologias para convivência com a seca e capacitação de educadores e agentes de extensão da região, congregando assim ações para o desenvolvimento sustentável da região semiárida.

Dentre as vinte e quatro propostas aprovadas, todas vinculadas a Instituições de Ensino Superior (IES), três objetivaram a produção de materiais didáticos e paradidáticos, enquanto vinte e uma a criação de cursos de especialização. Desde então, o Insa/MCTIC acompanhou de perto o andamento dos cursos, realizando reuniões junto aos coordenadores, criando um espaço de articulação para debater questões relacionadas ao contexto do Semiárido.]

Coordenação de Comunicação Social do CNPq com informações da ASCOM/INSA.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s