“Voz mais suave para diminuir conflitos”

shutterstock_125649437 [Convertido]
Ilustração: Shutterstock
[Não raro, os desencontros se dão muito mais pela forma como falamos do que pelo conteúdo do que é dito. A intenção – ou a “energia” – que permeia nossas frases expressa mais do que as palavras em si. E o interlocutor percebe isso, pois o modo de falar de cada pessoa tem uma musicalidade própria, com variação de tom e ritmo, conhecida como prosódia, que transmite emoções. Um estudo realizado por cientistas da Universidade do Sul da Califórnia sugere que pessoas com entonação de voz mais melodiosa estão mais predispostas à empatia.

Usando exames de ressonância magnética funcional, os pesquisadores mediram a atividade cerebral de voluntários enquanto falavam ou ouviam vozes com entonações de felicidade, tristeza, interrogação ou neutralidade. Assim, descobriram que a área de Broca, que funciona como centro da fala no cérebro, era ativada quando o voluntário ouvia ou falava algo com entonação animada. Participantes com nível mais alto de atividade nessa área apresentavam maior empatia.

Ao contrário do que ocorre com a gramática, a semântica e outras propriedades do idioma, a prosódia é universal entre as culturas e espécies. “Animais de estimação, por exemplo, entendem comandos pela entonação da voz, não pelas palavras em si”, observa a neurocientista Liza Aziz-Zadeh, principal autora do estudo. Alguns pesquisadores acreditam que a prosódia, essencial para a comunicação, pode ser suavizada quando colocamos a intenção de falar com delicadeza e respeito ao outro.]

Esta matéria foi publicada originalmente na edição de junho de Mente e Cérebro, disponível em: 

Impressa: 

http://bit.ly/2q3yTJH
Digital:

http://bit.ly/mcappandroid – Android
http://bit.ly/mecapple – IOS
http://bit.ly/mcappweb – versão web

Leia mais:

Um controle remoto na sua cabeça – Esqueça leitura de voz ou reconhecimento de gestos. Em breve gadgets poderão se conectar diretamente ao cérebro

Por que mudamos a voz ao falar com bebês? – Esse tipo de comunicação prioriza o conteúdo emocional do discurso. A articulação menos clara das palavras seria “efeito colateral”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s