Às vezes leio quatro, cinco e até dez vezes para poder acreditar naquilo em que estou lendo

PontoNestes tempos sombrios nos quais nós todos estamos metidos não deveríamos mais nos assombrar com nada, mas nos assombramos mesmo assim.

E temos nossas razões.

Por exemplo: uma pessoa nas redes sociais esperneava por só conseguir “passar” no vestibular após 27 anos a primeira tentativa, é assim mesmo numa “escola particular”, mas como ela está sem trabalho e portanto não tem dinheiro para custear os estudos não irá cursar a tão sonhada “faculdade”.

Até ai nada demais ou nada de menos.

Pobreza e exclusão fazer parte do jogo do sistema Capitalista.

Mas o singular está em: “de quem é a culpa”.

Poderíamos pensar que a pessoa culpou a si mesma por não estudar com afinco e, portanto, por ficar esses anos todos longe da desejada e buscada e ansiada “faculdade”.

Ou foram seus pais que não lhes deram apoio e suporte suficientes para que enfrentasse esta tão árdua tarefa.

Ou, quem sabe, a culpa é do nosso sistema de ensino lhe era incompreensível e insondável?

NÃO! NÃO! NÃO!

A culpa – pasmem – é dos “coxinhas” que ocupam todas as vagas do ensino superior e ainda roubaram o seu posto de trabalho.

(Já ouvimos o discurso de certo político achincalhando e culpando dia desses com os “coxinhas”, não ouvimos?)

Agora acredito piamente que finalmente chegamos ao fundo do poço do chororô, do mimimi.

Então nos socorramos que Luís Gonzaga, pelo amor de Deus:

Uma esmola, para o homem que é são, ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão.” (Luiz Gonzaga) – veja aqui – http://kdfrases.com/frase/130019 e veja aqui https://www.youtube.com/watch?V=bchziem2xgs.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s