Caminhar é uma boa, então pé na estrada, ou na trilha, ou na rua mesmo

Bota
Reprodução / Modelo de botas para caminhada

Aprendi a caminhar com um médico canadense – cujo nome me escapa. Ele era um senhor já passado na idade, provavelmente com a minha atual (perto dos 70), enquanto eu tinha míseros 9 ou 10 anos.

Não o conheci e ele, portanto, não me ensinou a rigor a andar. Com aquela idade, o aprendizado ficou, obviamente, a cargo de minha mãe.

O trabalho pesado de casa – e bote pesado nisso! – sempre fica com as mulheres.

Ocorre que acabei por ler um pequeno texto do médico canadense onde ele defendia a tese de que as pessoas nasceram para andar (caminhar) e não para correr.

Atualmente alguns cientistas defendem exatamente isso, exceção feita, obviamente, aos atletas de alta performance. Mas, a rigor, a nós, simples mortais, o recomendado é mesmo uma boa caminhada.

Ele fazia, se me lembro bem, uma concessão à natação, nas defendia mesmo as caminhadas, quer fossem as curtas, quer fossem as médias, quer fossem as longas.

Não sei como a gente dimensiona isso, mas para mim caminhadas curtas são as inferiores a 10 mil metros (10 km); acima disso e até mais ou menos 30 mil metros (30 km), as médias. Para além dos 30, e a perder de vista ou enquanto nosso fôlego aguentar, as longas.

Obviamente que isso não é nenhuma ciência exata e cada um que fique à vontade para criar os seus próprios parâmetros.

Alguns truques para uma boa e conformável caminhada já são nossos velhos conhecidos: roupa confortável e larga (eu prefiro as de algodão); proteção para a cabeça; hidratante e protetor solar (eu não costumo usar nenhum dos dois, mas é bom usar) e um bom calçado com meias.

Muita gente não usa meias, mas é inconveniente para os médios e longos percursos.

Sobre o calçado há que defenda o uso de tênis.

Sou um velho caminheiro, caminhante, andante ou seja lá que nome se dê a isso: para trajetos curtos, especialmente em parque, ruas e calçadas, o tênis pode ser até uma boa opção, mas para os trajetos mais longo é conveniente usar aquelas botas feitas para as caminhadas.

No Brasil já temos algumas boas botas, mas nos países andinos, especialmente no Chile e na Argentina, você vai encontrar um produto de melhor qualidade.

Muito gente usa aquelas bebidas que contêm eletrólitos – que dão, supõem-se, mais energia e mantém a pessoa hidratada – e as bebidas sem açúcar.

Prefiro água mesmo.

Imagine que por milênios muita gente caminhou muito tempo e apenas tomou água.

Então não há muito que pensar a esse respeito. Caminhe mais e seja menos modinha.

Mas é importante alimentar-se direito, especialmente antes do inicio da caminhada.

Se conseguir alimentar-se ao longo do trajeto – especialmente nos longos – é bastante conveniente .

Se não existir uma trilha onde você está e/ou mora – caminhantes gostam de trilhas – crie você mesmo a sua trilha. Use a sua criatividade.

Você pode caminhar mesmo somente dentro de seu bairro.

Só cuide para não ser atropelado ou assaltado ou as duas coisas simultaneamente.

OBS. Muita gente que me conhece mais de perto deve estar se perguntando a propósito de que esta minha falação toda sobre caminhada, já que enfartei há cerca de 14 meses.

Pois então, enfartei, não morri (ainda) e estou caminhando em média 10 km por dia.

Mais devagar, mas caminhando.

Outras leituras

Crônica da Rússia, à beira da revoluçãoOutras Palavras

Opiniões de um pequeno burguês – CartaMaior

“Segurança global é a mais instável desde o colapso da URSS” – DW

Prêmio Nathan Reingold laureia trabalho de pós-graduando sobre história da ciência e suas influências culturais – História Ciência Saúde Manguinhos

Jornalistas são guardiões da notícia diz o Papa Francisco – Observatório da Imprensa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s